TechNet Wiki – Sábado – Maiores Contribuintes na 1ª semana de Janeiro/2015

Veja a lista dos Maiores Contribuintes do TechNet Wiki da 1. Semana de Janeiro! Obrigado a todos que contribuíram com o Portal do TechNet Wiki.

http://blogs.technet.com/b/wikininjasbr/archive/2015/01/10/s-225-bado-maiores-contribuintes-na-1-170-semana-de-janeiro-2015.aspx

 

logomaiorescontribuintes2

TechNet Wiki – Licenciamento de Produtos Microsoft

 

Artigo Original Clique Aqui.

Olá Comunidade TechNet Wiki! No Final de Semana Surpresa trago a vocês um assunto bem comum e de dúvidas de muitas pessoas, o Licenciamento de Produtos Microsoft.

Por mais simples que seja o entendimento, devido a falta de informações, muitas empresas e usuários tem dúvidas de como licenciar os produtos Microsoft.

Dando uma breve explicação, há duas linhas distintas que temos que sempre acompanhar:

Forma de Licenciamento

Rege a forma como o produto será licenciado, onde se leva em consideração quantidade de usuários, quantidade de dispositivos, quantidade de processadores e quantidade de cores, sendo que, não necessariamente, todos esses produtos sejam licenciados da mesma forma, depende do tipo de produto. Em linhas gerais as formas são:

– Produto: Quando compra-se produtos como o Microsoft Office, Windows, Project Professional;

Servidor: Quando compra-se produtos como o Sharepoint Server, SQL Server, Project Server, Team Foundation Server, e em conjunto, compra-se as CAL conforme a quantidade de usuários que irão usar tais serviços;

CAL de Usuário ou de Dispositivo: Para usar como conexão em um serviço e estender o uso de um aplicativo, como por exemplo o uso do Project Professional conectado a um Servidor do Project Server ou utilizar os serviços de File Server, DHCP, Active Directory do Windows Server;

SAL de Assinante: Quando você possui um contato SPLA de serviço IaaS ou SaaS em seu Datacenter ou de terceiros, você oferece a um cliente a SAL para ele conectar, por exemplo, em um servidor remoto dos serviços de Terminal do Windows, ou o uso de um serviço de e-mail como o Microsoft Exchange;

Conector: Uma nova modalidade para facilitar o licenciamento de pessoas de fora de sua empresa que precisam usar seus aplicativos em conjunto. Por exemplo, quando você desenvolve um programa usando o Team Foundation Server como seu gerenciador de código fonte e contrata os serviços de uma fábrica de software por um período em um projeto, e necessita que os desenvolvedores dessa fábrica usem seu TFS para usar o mesmo repositório. Em vez de alocar licenças CAL, pode-se usar o Conector Externo se desejar;

Processador: Quando se compra um produto que é licenciado por processador, como por exemplo o Windows Server ou o SQL Server, conforme a quantidade de processadores, paga-se um valor diferenciado.

Muito comum a compra quando o valor de compra de licença por Servidor + CAL ultrapassa o custo de uma licença por Processador ou não consegue se estimar a quantidade de usuários que irão usar um serviço como, por exemplo, uma aplicação Web de sua empresa, aberta na Internet para seus funcionários de diversas regionais usarem;

Core de Processador: Quando se compra um produto que é core do processador, como por exemplo o SQL Server, conforme a quantidade de Cores, paga-se um valor diferenciado. Muito comum a compra quando o valor de compra de licença por Servidor + CAL ultrapassa o custo de uma licença por Core, ou quando o produto só possui essa forma de licenciamento;

– Online: Quando se compra um produto da Microsoft como serviço e paga-se por mês. Office 365,Windows Azure.

Muito importante entender que cada produto possui regras de uso que devem ser lidas a parte, os chamadosTermos de Licenciamento como os IUR (Direitos de Uso Interno), PUR, OST, PL, SPUR, SLA, ISV, etc. Por exemplo, quantas cópias pode-se usar do Microsoft Office para um mesmo usuário em dispositivos diferentes (celular, tablet e computador), se usando-se um Sharepoint Server necessita-se de uma licença do SQL Server para o banco de dados, ou pode-se usar sem ter custo adicional. Esse Termos de Licenciamentovariam para cada produto, e deve-se ler na integra.

Acesse o site clicando aqui e realize o download, lembrando que cada produto terá seu termo conforme o contrato de licenciamento assinado.

Também dentro desses tipos de licenças, pode se obter algumas vantagens adquirindo por exemplo oSoftware Assurance ou o MSDN que estende o suporte, direitos a atualizações, etc.

Contrato de Licenciamento

Depois de definido a forma de compra, seja em formato Processador, Core, CAL de Usuário ou Dispositivo, etc., você deverá definir qual a modalidade que será usado esse produto comprado ou adquirido. Importante salientar que esses contratos oferecem programas distintos conforme o tipo de empresa como: Industrias, Parceiros, Governo, e quantidade de licenças adquiridas que vão de FPP (a famosa caixinha do Office que vende em mercados, livrarias), OEM (que vem dentro de um dispositivo como tablets, celulares, notebooks, computadores e não podem ser usadas em outro dispositivo), até as licenças Volume License (que começam de 05 até milhares, conforme o o volume adquirido).

Podemos resumir os contratos de licenciamento em três que variam dentro de si conforme a quantidade (volume):

– Uso Interno sem Geração Direta de Receita

Esse tipo de contrato oferece o direito de uso de um produto Microsoft, mas sem geração direta de receita, como por exemplo o uso de uma licença do Microsoft SQL Server para hospedagem de dados de sua folha de recursos humanos, Intranet, entre outros tipos de uso interno. Licença normalmente adquirida quando se é um Microsoft Partner.

– Uso Interno com Geração Direta de Receita

Esse tipo de contrato oferece o direito de uso de um produto Microsoft, com geração direta de receita, como por exemplo, o uso de uma licença do Visual Studio para programar e vender seu software a terceiros.

– Hospedagem de Serviços de Clientes

Esse tipo de contrato oferece o direito de uso de um produto Microsoft, com geração direta de receita oferecendo os produtos da Microsoft como serviços a clientes, como por exemplo, um Serviço de e-mail usando o Microsoft Exchange Server a clientes externos, uma Aplicação Web em modo SaaS usando o Microsoft Windows com o Internet Information Services e o SQL Server.

O TechNet Wiki possui um amplo material sobre esse assunto, sanando todas as dúvidas dos usuários e empresas:

Artigo: Guia de Sobrevivência: Licenciamento

Descrição: Esse excelente guia auxilia você nas dúvidas sobre o licenciamento da Microsoft.

Se desejar, pode também usar a Pesquisa do Portal que trás um amplo material sobre esse assunto.

Além de você também contatar um parceiro da Microsoft em licenciamento e tirar suas dúvidas com especialistas através do site Microsoft Pinpoint.

A Microsoft também possui um portal para ajudar você a criar uma SAM (Software Asset Management)dentro da sua empresa e estar em acordo as políticas de licenciamento. Conheça mais no site clicando aqui.


Espero que esse artigo ajude você e sua empresa no licenciamento, e inicie ainda hoje uma SAM para a gestão efetiva de seus ativos de software na empresa.

Até a próxima!

Alan Carlos
TechNet Wiki Ninja

Dica – Executando Testes de Segurança Web (Vazamento de Informações) Usando o FIDDLER

Esse artigo, iremos demonstrar como executarmos testes não funcionais (segurança) usando a ferramenta FIDDLER e identificando possíveis locais em nosso aplicativo ou página Web (Web Page) que possui propensão a vazamento de informações.

Esse teste pode ser executado em conjunto com algum teste funcional, pois a ferramenta irá executar tentativas de inserção códigos e análises conforme sua navegação, como login, preenchimento de informações, geração de relatórios, entre outras. Ou seja, é um teste que não consome muito tempo, pois deve ser feito de forma paralela e não a parte.

– Requisitos

Para executar esse testes você precisará:

Ferramenta FIDDLER: O FIDDLER é uma ferramenta gratuita e pode ser baixada nesse link.

image_thumb1

Plugin WATCHER: Plugin que você irá instalar no FIDDLER para executar os testes. Esse plugin está disponível no site CODEPLEX, clique aqui.

image

Para navegar na aplicação, pode usar o Navegador Padrão de sua aplicação.

– Instalação

Instale o FIDDLER conforme os passos abaixo:

image_thumb2

image_thumb3

image_thumb4

Depois instale o PLUGIN WATCHER:

image

 

image

image

Configurando o FIDDLER para os testes de segurança

Vá na aba Configuration e marque as opções “Enable”, “Save configuration automatically”;

Digite o nome do dominio (Web Site) que você irá realizar os testes em “Origin Domain”. Você também poderia inserir dominios que seriam isentos das análises se necessário em “Exempt Domains”.

image

Na aba Checks, marque quais tipos de testes o FIDDLER irá fazer em paralelo seus testes funcionais. Eu marquei todos!

image

Depois, navegue na sua aplicação para que em paralelo o FIDDLER faça avaliações. Depois é só coletar os resultados em Results.

image

Para cada item, você deverá buscar em sites como o MSDN as melhores práticas de correção.

Por exemplo, no meu teste, ele disse que os atributos de HTTPOnly dos cookies não estão marcados na aplicação ou site Web. Para eu resolver, como minha aplicação é .NET, terei que seguir as normas do MSDN abaixo:

http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/system.web.httpcookie.httponly(v=vs.110).aspx

Depois de implementado, testo novamente.

Simples assim!

Espero que ajude e até a próxima!

Alan Carlos

Artigo Spotlight – Instalando Entity Framework via NuGet e PowerShell

Artigo original, clique aqui.

Olá Comunidade TechNet Wiki!

Meu nome é Alan Carlos e hoje é dia de Artigo Spotlight!

O artigo em destaque é:

Instalando Entity Framework via NuGet e PowerShell

Autora: Andrielle Azevedo

Esse excelente artigo hospedado no Portal do Technet Wiki, demonstra como instalar o Entity Framework via NuGet.

O que é o Entity Framework?

O Microsoft Entity Framework é uma ferramenta de mapeamento objeto relacional (ORM – Object Relational Management), que permite aos desenvolvedores trabalhar com classes (entidades) que correspondem a tabelas em um banco de dados, tornando transparente o acesso a estes dados e principalmente, eliminando a necessidade de escrever código de banco de dados (SELECT, INSERT, UPDATE, DELETE) na aplicação. Com o Entity Framework os desenvolvedores manipulam os dados através de classes que são mapeadas com as tabelas do banco de dados, sendo assim, o acesso e manipulação destes dados fica mais simples, pois o desenvolvedor já trabalha naturalmente com objetos, propriedades e coleções no seu desenvolvimento.

A comunicação do Entity Framework com o banco de dados é feita através do ADO.Net Provider, que funciona como um “driver” do banco de dados, normalmente desenvolvido pelo próprio fabricante do banco, ou em alguns casos por um terceiro. Sendo assim, todos os comandos submetidos pelo Entity Framework são “traduzidos” para a linguagem do banco de dados através do seu provider, gerando os comandos SQL mais adequados a cada operação e principalmente, comandos que tenham o máximo de desempenho. Na Figura 1 vemos um diagrama do funcionando do Entity Framework.

O que é o NuGet?

O NuGet é uma extensão do Visual Studio que facilita a adição, atualização e remoção de bibliotecas (implantadas como pacotes) em um projeto do Visual Studio. Um pacote do NuGet é um conjunto de arquivos empacotados em um único arquivo com a extensão .nupkg e usando o formato OPC (Open Packaging Conventions).

Conhecendo mais sobre Powershell.

Quer conhecer mais sobre o Powershell? Acesse esse Guia de Sobrevivência – Powershell e saiba tudo sobre essa poderosa ferramenta de linha de comando da Microsoft para usar em conjunto com o NuGet.

Até a próxima!

Alan Carlos
Technet Wiki Ninja

Final de Semana Surpresa – Certifique-se!

Veja o post original aqui.

Olá Comunidade Técnica TechNet Wiki! Hoje é domingo e é dia de final semana surpresa!

Hoje é um início de semana, e nada como iniciar a semana com uma nova resolução:

– Tornar-se um Profissional Certificado Microsoft!

E vamos abordar um tema que julgo de extrema importância, Certificações Microsoft!

O programa de certificação da Microsoft foi criado para preencher uma lacuna que existia na área de TI, a de demonstrar a especialidade e comprovar os conhecimentos técnicos em uma tecnologia da Microsoft.

E como eu me certifico?

É muito fácil, hoje o Portal do TechNet Wiki existem diversos artigos sobre certificação desde como agendar uma certificação, até quais exames você pode fazer e materiais separados.

Prepare-se para ser um:

MCSE – Microsoft Certified Solutions Expert

MCSD – Microsoft Certified Solutions Developer

MCS – Microsoft Certified Specialist

MTA – Microsoft Technology Associate

MOS – Microsoft Office Specialist

E depois que você atingiu suas certificações, torne-se um Microsoft Certified Trainer e repasse seus conhecimentos!

Veja alguns excelentes artigos do TechNet Wiki e também do Microsoft Curah! sobre o assunto certificação:

Como Agendar uma Prova de Certificação Microsoft – VUE

Cursos Gratuitos – Preparatórios para a Certificação MCSA (Windows Server 2012)

ALM – Treinamentos em Application Lifecycle Management (ALM)

Microsoft Curah! – Como Tirar um Certificação da Microsoft

Treinamentos Gratuitos para Certificação – Microsoft MVA

Comece sua semana estudando e saindo na frente!

Até a próxima!

Alan Carlos
TechNet Wiki Ninja

Technet Wiki – Azure Summit Brasil

Veja o post original no Technet aqui.

Olá Comunidade Técnica Microsoft!

Hoje domingo final de semana surpresa e irei falar sobre o maior evento da Cloud do país, o Azure Summit Brasil 2014, que acontece na Sede da Microsoft em São Paulo nos próximos dias 10 e 11 de Outubro!

– Microsoft Azure

Para quem não conhece, o Azure da Microsoft é uma plataforma em nuvem aberta e flexível que permite criar, implantar e gerenciar aplicativos rapidamente em uma rede global de servidores e soluções.

– Você sabia?

+ de 57% das empresas da Fortune 500 usam o Microsoft Azure?

Assinantes MSDN possuem horas para uso no Microsoft Azure?

Você só usa o que pagar? Um exemplo prático é um Load Test, imagine o quanto você economiza em testes, alocando recursos apenas quando necessário?

As virtualizações são extremamente rápidas, incluindo recursos de disco SSD?

Que o custo/benefício é extremamente atraente?

– Sobre o Evento

É um evento sobre Cloud usando as tecnologias e soluções da Microsoft.

– Grade

Serão abordados diversos assuntos como:

Azure Websites
IaaS Azure
Bigdata com Azure
Por que adotar o Microsoft Azure

E muitos outros assuntos. Veja a grade completa aqui.

Palestrantes

Contará com diversos palestrantes de peso na comunidade técnica como MVP, MCT, Evangelistas Microsoft, Microsoft PFE, TechNet Wiki Ninjas como:

André Dias, MVP em Application Lifecycle Management

Daniel Donda, MVP e TechNet Wiki Ninja

Evilázaro Alves, MVP em Azure

Fábio Hara, Technical Evangelist da Microsoft Brasil

Josué Vidal, MVP em System Center

Thiago Zavaschi, PFE da Microsoft Brasil

Ricardo Serradas, MCSD ALM e MCT

E muitos outros!

Não percam esse grande evento. E quem quiser se familiarizar mais sobre os assuntos, acesse o Portal do TechNet Wiki e conheça mais sobre o Microsoft Azure!

– Inscrições

Para se inscrever acesse o site:

https://www.sympla.com.br/azure-summit-brasil-2014__23705

Lembre-se que são dois dias de evento, 10/Out e 11/Out, sendo dia 10/Out voltado a Business e dia 11/Out voltado a Técnico!

Até a próxima!
Alan Carlos
TechNet Wiki Ninja

ALM–Quer saber tudo sobre ALM (Application Lifecycle Management)?

Quer conhecer mais sobre ALM (Application Lifecycle Management), Visual Studio e Dev? Separei alguns blogs e portais dos feras da área:

 

image   image   image image

 

Treinamentos Online Gratuitos

Microsoft Virtual Academy – ALM

Microsoft Virtual Academy – Visual Studio


Páginas e Portais

ALM Brasil

ALM Rangers

Technet Wiki Brasil – ALM


Blogs e Grupos

Blog do Adriano Bertucci

Blog do Alan Moraes

Blog do André Dias

Blog do Daniel Oliveira

Blog do Igor Abade

Blog do Ramon Durães

Blog do Robson Castilho

Blog BR Soluções

Blog Lambda3

Grupo ALM Facebook

Log mais coloco mais blogs e portais!

Um forte abraço a todos!

Alan Carlos, Wiki Ninja