DevOps–Azure ARM–Usando o Visual Studio para Gerenciar o Azure–Criando uma VNET

Introdução

Esse artigo tem como finalidade explicar como você pode gerenciar seu Azure usando o Visual Studio de uma forma simples e fácil, usando PowerShell e ARM na criação de recursos.

Requisitos

Você pode baixar a versão gratuita do Visual Studio chamada Community no site abaixo:

https://www.visualstudio.com/pt-br/vs/community/

Passos

Abra seu Visual Studio vá em Arquivo – Novo – Projeto.

image

Continuar lendo

DevOps–Usando PowerShell Core com Visual Studio Code

Introdução

Esse artigo tem como finalidade auxiliar na configuração do uso do PowerShell Core com o Visual Studio Code.

Passos

Faça o download do PowerShell Core no link a seguir: https://github.com/PowerShell/PowerShell/releases

Depois realize a instalação do mesmo:

image

Continuar lendo

Windows – Habilitar WinRM

Introdução

Esse artigo tem como finalidade explicar como habilitar o uso do WinRM no seu Windows Server.

Passos

Abra o prompt de comando do Windows PowerShell como administrador

Em seguida digite o comando Configure-SMRemoting.exe –enable ou Configure-SMRemoting.ps1

image

Continuar lendo

PowerShell–Habilitar Execução Scripts

Introdução

Esse artigo tem como finalidade habilitar a execução de scripts PowerShell.

Passo

Abra o PowerShell como administrador

Em seguida execute o comando Set-ExecutionPolicy Unrestricted e selecione Y

image

Em seguida execute GET-ExecutionPolicy para ver o status que deve estar como Irrestrito.

image

DevOps – PowerShell – The shell cannot be started. A failure occurred during initialization: Object reference not set to an instance of an object.

Introdução

Esse artigo tem como finalidade apoiar a resolução dos problemas:

– Ao tentar executar um Deploy utilizando a instrumentação PowerShell ocorre o erro: A failure occurred durin Object reference not set to an instance of an object.

– Ao tentar executar o PowerShell localmente ocorre o erro: The shell cannot be started. A failure occurred durin Object reference not set to an instance of an object.

Causa

Esse erro ocorre devido a falta da chave de registro Enviroment em HKEY_CURRENT_USER.

Solução

Logue no computador usando o usuário que apresenta a falha. Em seguida abra o editor de registro e vá em HKEY_CURRENT_USER.

image

Em seguida crie a chave “Environment” em seguida insira os valores em “Expandable String Value” Value Name: TEMP Value data: %USERPROFILE%\AppData\Local\Temp e TMP %USERPROFILE%\AppData\Local\Temp

image

Importante: Se possível compare a chave de registro de mesma versão do Windows com outro usuário para inserir algum valor adicional, que pode mudar conforme a edição do Sistema Operacional.

Por exemplo:

– Windows 10

image

– Windows 2003

image

Observe que o caminho do diretório temporário muda conforme a versão do sistema operacional.

Windows–Usando o Powershell para Gerenciar Usuário no Azure Office 365

Introdução

Esse artigo tem como finalidade demonstrar como gerenciar usuário no Active Directory do Azure Services.

Passos

Instale o Microsoft Online Services Sign-In

https://www.microsoft.com/pt-BR/download/details.aspx?id=41950

Instale o módulo do Azure Active Directory para Windows Powershell

https://bposast.vo.msecnd.net/MSOPMW/Current/amd64/AdministrationConfig-pt-br.msi

Execute o módulo.

image

Continuar lendo

Agilidade em Testes de Software – O que é ser Ágil? Parte 02 de 03

agile-glossary

Olá Pessoal,

Dando continuidade ao post ALM – Agilidade em Testes de Software – O que é ser Ágil? – Parte 01 de 03 o que acredito ser um bom caminho desse tema as vezes polêmico.

Particularmente e longe da minha crença/opinião estar certa e além disso, amanhã posso tranquilamente mudar minha opinião, mas hoje creio que agilidade está intimamente ligada muito mais aos indivíduos (time, colaboradores, empresa) que fazem a atividade do que apenas no processo em si.

Claro que há processos que inibem você (que acredita que possui um pensamento ágil, assertivo, etc.) de pular partes desse processo devido a regras estabelecidas, mesmo que você entenda que aquela parte do processo é descartável, devido a uma obrigatoriedade legal como uma ISO ou SOX ou até por determinação da própria empresa.

Continuar lendo