Azure – OMS Configurando AlertaS

Nesse artigo irei demonstrar como configurar um alerta do OMS para que você receba informações caso seu recurso esteja em um estado de atenção. Esse exemplo funciona para os demais que seguem a mesma lógica.

Configurando alerta de consumo de CPU:

Para configurar os alertas para consumo de CPU faça o seguinte:

Entre no Portal do Azure e vá em OMS (Log Analytics)

1 Continuar lendo

DevOps – System Center – Conhece o AppDiagnostics?

Introdução

Esse artigo tem como objetivo auxiliar o time de Operações de TI a ativar o Application Diagnostics do Operations Manager para monitorar o comportamento de aplicações Web, Web Services e Serviços no seu ambiente de produção e ajudar o time de desenvolvimento a identificar possíveis exceções nos aplicativos.

Olá Pessoal,

Uma das features mais interessantes do System Center Operations Manager no mundo de DevOps é o Application Diagnostics. Com essa ferramenta, é possível nós monitorarmos o desempenho e confiabilidade de nossas aplicações em produção, e identificar possíveis problemas, auxiliando o time de desenvolvimento à diagnosticar possíveis incidentes nos aplicativos, até de forma pró-ativa.

image

Como Funciona?

O Application Diagnostics funciona em conjunto com o Microsoft Windows, onde se utiliza das features de registro de eventos, debugs do .NET, e contadores de performance para montar um Dashboard detalhado de como sua aplicação está se comportando no ambiente seja de Testes/QA, Homologação e até produção.

Com ele torna-se muito mais fácil e intuitivo o monitoramento de aplicações e entender o que pode estar ocasionando alguma falha, como por exemplo, falta de recursos no ambiente, problemas de execução do .NET, problemas na própria aplicação, e muito mais.

image

Com ele é possível você identificar:

– Eventos de exceção e seus detalhes;

image

– Eventos correlacionados;

image

– Desempenho de uso de memória, processador, disco;

image

image

 

image

– Desempenho do .NET no momento da exceção;

image

Como Configurar?

É muito fácil, você deve simplesmente instalar os Management Packs em seu Operations Manager, implantar o Agente do SCOM no Servidor ou Estação, e depois configurar conforme sua necessidade, seja WEB, Serviço ou Processo.

image

Para facilitar, segue um post que escrevi à um tempo atrás explicando no detalhe como usar o AppDiagnostics.

https://qualidadeeti.wordpress.com/2014/08/28/alm-devops-monitorando-aplicaes-net-com-o-system-center/

Espero que ajude e até a próxima!

System Center e Remote Desktop – Ao ativar o RDP Windows 2012, não conecta mais remotamente e apresenta instabilidade de funcionamento

Introdução

Olá Pessoal, esse artigo tem como finalidade auxiliar na resolução de erros no Windows Server 2012 R2, ao ativar o serviço de RDS (Remote Desktop Session Host).

Nesses dias atrás enfrentei um incidente e curioso e gostaria de compartilhar com vocês. Temos um servidor Windows 2012 R2 Standard Edition com o Operations Manager 2012 R2 instalado e eu precisava ativar a função de Remote Desktop para mais de duas sessões, pois alguns integrantes da equipe estavam acessando esse servidor para executar algumas atividades só possíveis por acesso remoto. Então prontamente ativei o serviço de RDS e reiniciei o servidor para depois inserir as licenças.

image

Mas para minha surpresa o servidor começou a apresentar um comportamento inesperado, dentre os quais:

Sintomas

– Ao acessar remotamente apresentava na tela Acesso Negado ou Access Denied;

– Após ativar o RDS ou antigo “Terminal Server” diversos serviços pararam de funcionar, inclusive serviços de rede;

– Depois de ativado o RDS, o Windows ficou com status de não ativado, e não aceitava mais a chave de ativação;

– Quando reiniciei o servidor, ele não iniciava novamente, apenas em modo de segurança;

– Apresentou diversos eventos de erro na tela;

Causa

Então invoquei o nosso grande aliado Visualizador de Eventos (Event Viewer) para identificar o que estava acontecendo, e me deparei com os seguintes eventos:

Event ID: 10015 The machine wide limit settings do not grant Remote Launch permission for the COM Server application…

Então identifiquei que a causa foi a alteração feito nas permissões nos Serviços de Componentes do Windows, ao ativar o Remote Desktop, que tirou a permissão de Execução Remota do serviço LOCAL SERVICE, ocasionando todo esse efeito dominó no Servidor.

Solução

Para resolver esse caso é simples, acesse seu Windows em modo de Segurança, e em seguida vá em Ferramentas Administrativas – Serviços de Componentes. Você perceberá que o seu computador está com uma seta para baixo vermelha (red arrow). Isso acontece pois os serviços de componentes estão com problemas.

image

Clique em “My Computer” e vá em Properties:

image

Vá na aba “COM Security” e dê as permissões para o serviço ou conta em questão, no caso LOCAL SERVICE

image

image

Pronto. Reinicie seu Servidor e tudo voltará a funcionar corretamente!

Espero ter ajudado e até a próxima!

Alan Carlos

System Center– SCCM – failed to download content with error code of -2016410105

Sintomas

Ao tentar implantar um software pelo Portal de Catálogo de Aplicativos, o aplicativo não é instalado e no Visualizador de Eventos do Windows é gerado o Event ID 12109 da Font Configuration Manager Agent com a mensagem failed to download content with error code of -2016410105.

image

Observando no Software Center da estação

image

Observa falha no download do aplicativo.

Causa

Uma das causas pode ser a falta ou configuração incorreta dos Limites (Boundares) ou Grupos para a implantação do software.

https://technet.microsoft.com/pt-br/library/gg712679.aspx#Brasil (Português)

Resolução

Será necessário configurar ou corrigir os limites (boundares) no seu servidor Configuration Manager.

Crie um Boundare Group e insira o local que fará parte do seu grupo.

image

image

Defina o Servidor do Sistema que irá fazer parte desse limite.

image

Pronto. Depois realize novamente o Deploy de sua aplicação pelo portal

image

E acompanhe pelo Software Center

image

DevOps – Criando um Arquivo de UNATTEND para o Windows Server 2012 R2 (Windows Powershell)

Introdução

Com o a cultura de automação de processos, a Microsoft oferece uma ferramenta extremamente poderosa para os times de Operações utilizarem e realizarem automação em suas implantações de sistemas operacionais para desktops e servidores. E essas ferramentas podem e devem ser utilizadas na cultura DevOps, para auxiliar na rápida implantação de laboratórios de testes e desenvolvimento e também na implantação de produção de servidores.

Com o UNATTEND.XML, é possivel você em conjunto com o script de Powershell Convert-WindowsImage facilitando assim a implantação de laboratórios de testes e desenvolvimento, pois se define questões como:

– Inserção de licenças

– Definições de Redes

– Grupos de Acesso

entre diversas outras configurações, que associadas as configurações disponíveis no script Convert-WindowsImage faz com que se prepare rapidamente um ambiente.

Requisitos

Para criar um arquivo de resposta para o Windows Server 2012 R2 você precisará do:

Windows ADK – Suite de aplicativos que contém o Windows System Image Manager (Windows SIM);

– Imagem ISO do Sistema Operacional;

Criando um Arquivo UNATTEND

A partir do explorer do seu Windows, clique duas vezes no arquivo ISO do sistema operacional, para que a imagem seja carregada como uma unidade de drive.

image

image

Em seguida, vá no diretório \Sources

image

Copie o arquivo INSTALL.WIN para seu computador.

image

Em seguida, depois de ter instalado o Windows ADK, procure o aplicativo Windows System Image Manager.

image

Abra o aplicativo, vá em File – Select Windows Image

image

Selecione o arquivo que você copiou install.wim

image

Selecione qual a imagem que você criará o arquivo de resposta. No caso selecionarei o Windows 2012 R2 Datacenter.

image

Se for a primeira vez, ele irá realizar o catálogo, aguarde o término.

image

Depois, clique em New Answer File para criar um arquivo de respostas.

image

Ele possui diversas opções, sendo que ficará a seu critério definir quais os itens que você gostaria que fossem já definidos na sua instalação.

Exemplo

Nesse exemplo, podemos definir no arquivo de resposta XML do Windows, qual a linguagem que ele irá instalar. Para isso eu devo procurar qual o local de definição, que no caso é no local conforme a figura abaixo.

image

Selecione, clique com o botão direito do mouse, e vá em Add Setting to Pass 1 windowsPE

image

image

Observe que foi adicionado no arquivo de resposta. Agora você deverá, no painel à direita, configurar a linguagem da interface (UI Language), definições de localidade (UserLocale), etc.

image

image

Pronto, depois salve seu arquivo UNATTEND.XML e use o mesmo para criar uma imagem como Convert-WindowsImage. Veja mais no artigo abaixo:

DevOps – Powershell – Criar um VHDX a partir de uma ISO do Windows via Powershell

Caso deseje configurar mais itens, veja o artigo do TechNet Visão Geral – Arquivo de Resposta.

Maiores Informações

Boas Práticas – Windows SIM – Criação de Arquivo de Reposta Unattend.xml

Visão Geral – Arquivo de Reposta

Dica do Dia – Relatórios de desempenho do servidor com o Operations Manager

Imagine o cenário onde você recebe reclamações dos seus clientes em que determinado serviço, processo, aplicativo Web (Portais e Web Services) ou servidor estão apresentando desempenho abaixo do esperado. Como podemos identificar se esses pontos relatados tiveram incidentes de desempenho, e depois comparar com outros relatórios para identificar a cauza-raiz?

Para identificar essa incidentes, há diversas formas, uma delas é gerar um relatório do Operations Manager do Objeto que você deseja identificar o desempenho. Veja abaixo um exemplo:

Vá em Relatórios – Windows Server Operations System Reports

image

Selecione o objeto Computador que você deseja analisar e selecione o intervalo de datas.

image

image

image

Depois, avalie os relatórios para identificar se há pontos de afunilamento em Processador, Memória, Disco, entre outros. Caso haja, você poderá tirar um outro relatório mais detalhado para identificar qual o processo que está consumindo tais recursos e entender o motivo.

Simples assim.

Espero ter ajudado e até a próxima!

Alan Carlos

Dica do Dia–Diagnosticando Incidentes com os Relatórios do Operations Manager (Serviços)

Imagine o cenário onde você recebe reclamações dos seus clientes em que determinado serviço, processo ou aplicativo Web (Portais e Web Services) estão apresentando instabilidade. Como podemos identificar quantos incidentes aconteceram na semana, horários, e depois comparar com outros relatórios para identificar a cauza-raiz?

Para identificar essas falhas, há diversas formas, uma delas é gerar um relatório do Operations Manager do Objeto que você deseja identificar as possíveis falhas. Veja abaixo um exemplo:

Relatório do Objeto Serviço ou Processo

Para tirar um relatório específico de disponilibilidade de um objeto serviço ou processo que está sendo monitorado siga os passos abaixo:

Abra o painel do SCOM e vá em Monitoramento – Serviços Windows – avalie no painel qual serviço você deseja tirar um relatório e clique com o mouse em cima dele.

image

Em seguida vá a direita do painel e selecione Painel de Tarefas (Task Panel) e selecione em Report Tasks, Availability.

image

Selecione o intervalo de data e gere seu relatório.

image

image

image

image

Pronto, com esses dados é possível identificar quando os serviços, ou processos, ou aplicativos Web apresentaram incidentes, e partindo dessas datas e horários, comparar outros relatórios como:

– Relatórios de desempenho do servidor
– Relatórios de banco de dados
– Relatórios de funcionamento do seu link de dados (Caso sua análise seja voltada a aplicações web)
– Relatórios de erros do visualizador de eventos
– Logs de aplicativos terceiros, Internet Information Services ou similar

Espero ter ajudado.

Alan Carlos