ALM – Test Manager – Criando um Caso de Teste Não Funcional

Introdução

Um Caso de Teste não funcional são testes que validam os requisitos não funcionais relacionados ao uso da aplicação em termos de desempenho, usabilidade, confiabilidade, segurança, disponibilidade, manutenibilidade e tecnologias envolvidas.

Não é preciso o cliente dizer sobre eles, pois eles são características mínimas de um software de qualidade, ficando a cargo do desenvolvedor ou gerente de produto optar por atender esses requisitos ou não, desde que não sejam obrigatórios por legislação.

Normalmente esses testes são associados a técnicas adicionais e ferramentas próprias para auxiliar na execução desses casos de testes, ex.:

Load Test: Visual Studio Test Professional

Security Test: Fiddler com Plugins do CodePlex como XSS

Você pode associar itens relacionados a testes não funcionais com testes funcionais, dando velocidade a seu teste e atingindo objetivos de forma rápida. Ex.:

– Todos seus testes Web devem estar sendo executados em HTTPS;

– Em testes de interface (Windows Forms) validar o uso de usuários do grupo Power Users ou Users, com restrições, inclusive ACL, NTFS e SMB;

– Todos seus testes de banco de dados, devem usar usuários DB_OWNER com direitos apenas nas bases de dados em questão;

– Usar os softwares de forma restritiva, por exemplo, o uso de um SQL Express e uma edição do Windows Server mais básica como a Standard, em testes, ajuda a entender e delimitar o funcionamento do produto e já de quebra garantir que funcionará em ambientes mais completos (SQL Enterprise, Windows Enterprise ou Datacenter);

– Associar testes de processo reto com quantidade considerável de massa de dados, auxilia na validação de um teste não funcional de desempenho.

Criando um Caso de Teste Não Funcional

Nesse exemplo, vamos criar um Teste Não Funcional de Stress (Estresse)

Abra seu Test Manager –> Selecione a Suite de Testes Não Funcionais –> Crie seu Caso de Teste Não Funcional

image image

Importante salientar que um Caso de Testes Não Funcional, deve estar associado a um Requisito Não Funcional de preferência, ou muito bem alinhado na determinação do teste junto ao time de desenvolvimento.

Por exemplo: Fixou-se um limite de 50.000 Requisições por minuto que um Web Service de transação suporta. Sendo assim, seu Caso de Teste irá validar esse limite em ciclos constantes e acompanhando se com o passar dos ciclos, o software apresenta degradação de desempenho, congelamento, ou consegue operar normalmente.

Depois de concluído a confecção dos seus Casos de Testes, os mesmos estarão prontos para execução assim que o Requisito estiver pronto para os testes.

Então inicie criando a Tarefa (Task) de execução, informe o tempo previsto de execução (bem alinhado com seu time) e associe ao Requisito em questão.

Depois assine o Caso de Teste ao Testador para que o mesmo seja executado.

Importante:

Tarefa: Associação de trabalho, medição de tempo, vinculação de bugs, comentários sobre a atividade.

Caso de Teste: Conteúdo, passos da execução, gravação, massa de dados, uso futuro, reaproveitamento.

Para executar esse teste, você poderá usar o Visual Studio Online, alocando seus Servidores Web e usando a feature de Load Test do Visual Studio. Maiores informações, clique aqui.

Também pode se usar seu ambiente local e o Fiddler. Maiores informações, clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s