ALM – Versionamentos de Softwares usando o Team Foundation Server

Esse artigo tem como objetivo explanar exemplo de como usar as numerações de versões softwares.

Como versionar?

O versionamento de um produto é um processo peculiar de cada empresa ou desenvolvedor, entretanto há alguns exemplos de como organizar seu versionamento. Segue um exemplo de modelo proposto:

image

 

Segundo os padrões de versionamento, as empresas utilizam apenas os três primeiros dígitos para determinar as versões de seus softwares, deixando para o quarto dígito a identificação da quantidade de Builds necessários para construir uma determinada versão.

O primeiro dígito é chamado de MAJOR Version;

O segundo dígito é chamado de MINOR Version;

O terceiro dígito é chamado de PATCH Version;

O quarto dígito é chamado de BUILD Version;


Exemplo de uma versão: 11.0.9600.17107 (<Major>.<Minor>.<Patch>.<Build>)

Onde:

11 = Major Version = Versão principal do software: Este dígito é alterado quando houve um acréscimo de uma importante funcionalidade, grandes alterações em banco de dados ou interface, retirada de alguma característica importante, reformulação ou refatoração do código;

0 = Minor Version = Versão menor: Este é alterado quando houve uma alteração em uma interface mudando ou melhorando o comportamento de um componente ou quando adicionada uma característica que não afeta o funcionamento padrão do software. Este dígito também poderá ser utilizado quando inserida uma coleção de correção de Bugs.

9600 = Patch Version = Versão do Patch: Este dígito é utilizado para a liberação de Patchs ou Hotfix. A liberação de uma versão com a alteração deste dígito significa que foram corrigidos Bugs no produto;

17107 = Build Version = Versão do Build: Este dígito serve como um controle para identificar quantos Builds foram necessários para confeccionar uma determinada versão. Número incremental automático no Team Foundation Server, quando se ativado o Build Automático. Por exemplo:  1.9.1.10 (para a versão 1.9.1 foram necessários 10 builds, quando se incremental o numero. Pode ocorrer de haverem numeros aleatórios, não iniciando do 1 e sim do 500 e não significando que foram executados 500 Builds). Importante salientar que este dígito não precisa ser externalizado no nome da versão do produto, sendo opcional a demonstração do mesmo em manuais e ou no produto, normalmente na opção About (Sobre).

 

image


Referências:

http://support.microsoft.com/kb/969393/pt-br

http://msdn.microsoft.com/en-us/library/windows/desktop/ms724834%28v=vs.85%29.aspx

Visual Studio ALM Rangers


Créditos:

Clayton Zambon
Janete Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s